As buscas do avião da Malaysia Airlines com o submarino teleguiado foram abortadas devido à grande profundidade do mar, afirmou fonte oficial.

«Depois de cumprir cerca de seis horas de busca, o submarino Bluefin-21 ultrapassou o seu limite de profundidade operacional de 4.500 metros e retornou à superfície», disse o porta-voz do grupo de buscas de avião, sem detalhar pormenores das operações.

«As seis horas de recolha de dados pelo submarino serão extraídas e analisadas», confirmou.

Matthews, especialista em busca e recuperação, disse que as equipas técnicas estão a trabalhar na melhoria dos limites de profundidade, porque, de forma automática, o veículo aborta a missão e volta à superfície se ultrapassar os limites estabelecidos.

O submarino irá embarcar em nova missão de buscas durante o dia de hoje, se o tempo permitir, confirmou o comando conjunto do grupo de buscas pelo avião da Malaysia Airlines, desaparecido desde 8 de março com 239 pessoas a bordo quando, sob o número MH370, fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim.