As bandeiras de Portugal, França, Espanha e Itália foram queimadas na capital da Bolívia, La Paz, num protesto que aconteceu segunda-feira contra a forma como o presidente Evo Morales foi tratado na Europa.

É ainda o caso do avião presidencial que foi obrigado a uma paragem de emergência na Áustria por falta de autorização destes quatro países para fazer escala ou sobrevoar os seus territórios.

A bandeira portuguesa foi uma das quatro exibidas pelos 60 mil manifestantes, reunidos pelos principais sindicatos bolivianos.

A manifestação correu as artérias da capital e parou em frente à embaixada norte-americana.

Os bolivianos querem a expulsão dos representantes diplomáticos norte-americanos.

Foi em frente à embaixada dos EUA que foi queimado um caixão de Barack Obama, seguindo-se as bandeiras.