Uma família de 11 pessoas foi hospitalizada depois de ter comido peixe-balão, no Brasil. De acordo com o jornal «O Dia», a família recebeu os peixes de uma vizinha que tinha participado numa pescaria de fim de semana. Entre a oferta ia um peixe-balão, cuja glândula de veneno deve ser retirada antes do peixe ser consumido.

«Ganharam dois quilos de peixe de uma vizinha, em filés variados, misturados num pote, e fizeram uma peixada regada à cerveja, num bar próximo. Em anos consumindo baiacu, nunca tínhamos visto pessoas gritando por socorro, no chão», descreveu uma vizinha da família ao jornal. 

Após o almoço, onze pessoas passaram mal, entre elas quatro crianças. De acordo com a informação hospitalar, um dos adultos está internado nos Cuidados Intensivos e respira com ajuda de aparelhos e uma das crianças está também em estado grave.

O consumo de peixe-balão é um dos mais graves e pode matar. O animal possui Tetrodotoxina, uma toxina produzida nas gónadas e outros tecidos viscerais de alguns peixes.