O mais jovem membro da família real britânica, a princesa Charlotte, vai ser batizada este domingo. Segunda filha de William e Kate, é a quarta na linha de sucessão à Rainha Isabel II. 

O batizado da princesa Charlotte está marcado para as 16:30 deste domingo, na igreja de Santa Maria Madalena, em Sandringham, Norfolk. A igreja é a mesma onde a "princesa do povo", Diana, e avó de Charlotte, foi batizada a 30 de agosto de 1961 e na localidade onde os duques de Cambridge têm uma casa de campo.


Uma cerimónia muito reservada


A cerimónia conta com apenas três dezenas de convidados, ou seja, muito reservada. Junto dos duques de Cambridge vão estar os filhos, a princesa Charlotte e o príncipe George, Isabel II e o marido, o duque de Edimburgo, o avô Carlos, príncipe de Gales e Camila. Pippa Middleton, tia de Charlotte e irmã da mãe, também vai estar presente. Quem não estará presente é o príncipe Harry. O irmão de William está em África, dedicado a projetos de conservação e vai estar ausente de Inglaterra durante três meses, com viagens na Namíbia, África do Sul, Tanzânia e Botsuana.

O povo também pode ver a princesa, mas terá que esperar nos jardins, segundo o Telegraph. 

Charlotte vai contar com seis padrinhos. O batismo será realizado pelo arcebispo de Canterbury, o reverendíssimo Justin Welby, assistido pelo Reverendo Canon Jonathan Riviere, diretor do grupo de Sandringham paróquias.

O banho com a água batismal será vertido de um vaso de prata dourada, que faz parte das joias da coroa e tem sido usada em quase todos os batizados desde 1841.

A água do rio Jordão, onde Cristo foi batizado por João Batista, foi levada de avião para a Grã-Bretanha, precisamente para os batizados da realeza.

A princesa vai usar a mesma roupa que usou o irmão no batizado, uma réplica de um vestido vitoriano feito pela costureira Angela Kelly, em 2004. De seda, com um laço, o original foi utilizado em todos os batismos reais de 1841 até 2004, ou seja, foi usado por 62 bebés antes de se "reformar".


Testino, o preferido de Diana


E, para mais tarde recordar, William e Kate escolheram o fotógrafo preferido da princisa Diana, o famoso Mário Testino. O fotógrafo já trabalhou com personalidades conhecidas, como Rihanna, Kate Moss, Gisele Bundchen e Madonna. 

“Sinto-me honrado por ter sido escolhido para testemunhar esta ocasião e continuar a retratar a família que é a alma deste país, um país que tanto me tem dado”, afirmou o peruano Mário Testino, de 60 anos, em declarações à edição britânica da revista Vogue.

As fotografias do batizado vão ser publicadas a partir de quarta-feira. 

E depois?

No final da cerimónia, a rainha vai oferecer um chá a todos os convidados.

O bolo do batizado que será servido aos convidados é um dos "andares" do bolo de casamento dos duques de Cambridge.

Depois do batizado, as flores vão ser doadas ao hospital infantil East Anglia, uma instituição apoiada pela duquesa de Cambridge.

"Estamos muito honrados em receber as flores. Sua alteza real tem demonstrado uma enorme dedicação como patrono real, chamando a atenção para a nossa causa e entendendo o nosso serviço. Somos muito gratos por todo o apoio que a nossa instituição recebeu", disse Graham Butland, chefe do hospital que acolhe crianças.