Uma mulher de 38 anos imolou-se pelo fogo, esta segunda-feira, em frente da presidência búlgara, em Sófia. A Bulgária é o país mais pobre da União Europeia.

Este é o mais recente de uma série de incidentes semelhantes no último ano, que têm assolado o país. 

A vítima sofreu queimaduras em 90% da superfície corporal.

Está internada em estado crítico, segundo o hospital, citado pela agência France Presse. «Continuamos a lutar pela vida dela, mas queimaduras destas são incompatíveis com a vida», disse o médico Ognyan Hadzhiyski.