Um total de 266 refugiados foram acolhidos em nove países da União Europeia (UE), ao abrigo do mecanismo aprovado pelos 28 Estados-membros para receber 160 mil pessoas com necessidade de proteção internacional, informou esta quarta-feira a Comissão Europeia.

No mais recente balanço do mecanismo, o executivo comunitário indicou que dos centros de acolhimento e registo italianos seguiram 184 pessoas para a Bélgica (6), Finlândia (87), França (19), Alemanha (11), Portugal (10), Espanha (12) e Suécia (39).

A partir da Grécia seguiram 82 pessoas para Finlândia (24), Alemanha (10), Lituânia (4), Luxemburgo (30) e Portugal (14).

Desde setembro, acrescentou a Comissão, foram repatriados 683 migrantes irregulares.