A Guarda Costeira italiana informou que foram resgatados esta quinta-feira 741 migrantes no Mediterrâneo, que tinham saído da Líbia, na esperança de chegar à Europa.

A operação de resgate foi coordenada pela Guarda Costeira, disse um porta-voz à AFP, e realizada com contributos de navios da Alemanha, Irlanda e Reino Unido.

As pessoas estavam a procurar atravessar o Mediterrâneo a bordo de seis embarcações, cinco das quais insufláveis, antes de serem resgatadas em segurança no Estreito da Sicília.

Este ano, 1770 migrantes já morreram ao tentarem fazer esta viagem.