Perante a iminência de uma maioria de direita, é esperada uma cooperação entre a União Democrática do Centro e o Partido Liberal Radical no Conselho Nacional.

Já a composição dos 46 lugares da câmara alta do Parlamento, o Conselho de Estado, que tem poderes legislativos idênticos ao do Conselho Nacional, permanece em dúvida, já que haverá uma segunda volta em vários cantões.