As almôndegas mais famosas do mundo, associadas à cadeia de lojas Ikea, podem não ser suecas. Declarações feitas pela conta official da Suécia no Twitter sugerem que o prato pode ter origem na Turquia. 

“As almôndegas suecas são afinal baseadas numa receita que o Rei Carlos XII trouxe para casa da Turquia no início do século XVIII. Vamos manter-nos fiéis aos fatos”, esclarece o tweet. 

Esta publicação deu origem a centenas de comentários de utilizadores que se mostraram chocados com a revelação, mas a quem a Sweden.se (a conta oficial de Twitter) respondeu de imediato. 

Entre desapontamento e promessas para esquecer o erro, os utilizadores escreveram de tudo um pouco. “A minha vida inteira foi uma mentira”, “estamos preparados para esquecer isto se nos derem o @Ibra_official”, fazendo referência ao jogador de futebol sueco Zlatan Ibrahimovic. 

Houve quem ainda oferecesse lições de História, afirmando que no reinado de D. Carlos XII a Turquia ainda não era uma nação. 

As almondegas suecas são tradicionalmente servidas com um molho cremoso, batatas cozidas ou em forma de puré e com compota de mirtilos vermelhos, um doce muito popular no norte da Europa.

A receita ganhou fama global principalmente por fazer parte do menu dos restaurantes Ikea, que tem mais de 230 lojas espalhadas por todo o Mundo.