Um sacerdote católico, de 34 anos, foi detido na Venezuela por suspeita de abusos sexuais de quatro mulheres, com idades entre os 14 e os 22 anos, na cidade de San Cristóbal, Estado de Táchira.

Em comunicado, o Episcopado de San Cristóbal garante que as autoridades católicas estão a cooperar com a investigação «desde o primeiro momento» e que não irão interferir no trabalho policial.

«Lamentavelmente, um sacerdote membro do presbítero diocesano foi detido devido a delicados atos contrários à moral e sobretudo à conduta de um ministro de Deus», refere a nota assinada por monsenhor Mário Moronta, sem ser revelada a identidade do sacerdote, noticia a Lusa.