Pelo menos 27 pessoas morreram, a maioria mulheres e crianças, esta segunda-feira num ataque aéreo lançado sobre uma festa de casamento no sudoeste do Iémen, afirmou à Reuters um oficial local e vários residentes.

O ataque aéreo, lançado pela coligação internacional – liderada pela Arábia Saudita, e que pretende impedir que os Houthis assumam o poder – aconteceu na vila de al-Wahijah, perto de Al-Mokham, onde decorria o casamento de um membro do grupo.

As vítimas são 12 mulheres, oito crianças e sete homens, embora um oficial tenha estimado o número de mortos num total de 30. Há um número incerto de feridos, que foram levados de emergência para o hospital.

O ataque desta segunda-feira chega um dia depois de um outro ataque saudita sobre um vila no norte do país, que matou pelo menos 30 pessoas, a maioria civis.

A coligação tem atacado o grupo aliado do Irão desde março deste ano, com o objetivo de retirar os Houthis da capital Sanaa, que o grupo tomou no ano passado, e restituir o poder ao presidente Adb-Rabbu Mansour Hadi.