Um passageiro exaltado que viajava esta segunda-feira a bordo de um avião da Virgin Atlantic com destino a Londres obrigou o aparelho a regressar a Hong Kong, disse a polícia.

O passageiro de 26 anos, identificado como «Robert», teve um comportamento considerado perturbador depois de o avião estar no ar há mais de uma hora.

O avião foi forçado a voltar para Hong Kong, onde aterrou em segurança, informou a companhia aérea.

O passageiro foi preso e enviado para o hospital, disseram as autoridades.

«O passageiro estrangeiro chamado Robert, com 26 anos, perdeu o controlo a bordo e não seguiu as instruções do pessoal no voo», disse um porta-voz da polícia à AFP.

«Ele estava a gritar. Quando o voo regressou a Hong Kong, o homem foi detido por violar as regras de segurança da aviação e enviado para o Hospital Princess Margaret», acrescentou.

Um porta-voz da autoridade aeroportuária de Hong Kong disse que o voo VS201, um Airbus A340, tinha partido à meia-noite.

Os passageiros do voo foram enviados para hotéis em Hong Kong e vão viajar esta noite.