Uma mulher do Texas, nos Estados Unidos, terá contraído o vírus da sida, através do contacto sexual com outra mulher. Trata-se de um caso raro de transmissão do VIH entre mulheres, adianta o Cento de Controlo de Doenças (CCD) dos Estados Unidos, citado pela CNN.

Os testes confirmaram que a mulher de 46 anos, recentemente diagnosticada com VIH, «era portadora de um vírus virtualmente idêntico ao da sua parceira, que tinha sido diagnosticada previamente e que tinha parado de receber o tratamento antiretroviral em 2010», adianta o CCD.

A transmissão do vírus através de contactos sexuais entre mulheres tem sido apontada como «rara e difícil de confirmar». Anteriores confirmações foram dificultadas «por causa da presença de outros fatores de risco que não podem ser descartados»

«Neste caso, outros fatores de risco para a transmissão do HIV não foram reportados pela mulher recentemente infetada e o vírus por ela contraído era virtualmente idêntico ao da companheira», acrescenta o CCD.

O Centro de Controlo de Doenças foi contactado sobre o caso pelo departamento de saúde de Houston pela primeira vez em agosto de 2012. Em março desse ano, a mulher, que não apresenta qualquer outro fator de risco como uso de drogas, transplante ou tatuagem, tinha vendido plasma e tinha sido apontada como VIH negativa.