Investigadores alemães estão a examinar uma terceira alegação de autoria do ataque ao autocarro da equipa de futebol do Borussia Dortmund, que contém retórica de extrema-direita, revelou este sábado o jornal berlinense Tagesspiegel.

O jornal relata que recebeu um email na noite de quinta-feira, de autoria anónima, no qual é mencionado Adolf Hitler, são usadas palavras contra o "multiculturalismo" e onde se diz que o ataque de Dortmund foi um "aviso final".

Procuradores federais confirmaram que receberam o correio do jornal.

Três explosões quebraram na terça-feira uma janela do autocarro do Dortmund, causando ferimentos num jogador e num polícia.

No local foram encontradas três cópias de uma nota contendo retórica extremista islâmica, mas as autoridades consideram que esta nota pretende apenas desviar as atenções dos verdadeiros autores. Os promotores também questionam a credibilidade de outra reivindicação ‘online’, sugerindo um motivo extremista de esquerda.