A polícia egípcia prendeu esta terça-feira o antigo primeiro-ministro do Presidente destituído Mohamed Morsi, Hisham Qandil, anunciou o Ministério do Interior.

Hisham Qandil foi condenado no final de setembro a um ano de prisão por não respeitar uma decisão da justiça egípcia para anular a privatização de uma empresa pública privatizada em 1996.

A polícia egípcia diz que o antigo governante foi preso no deserto fora do Cairo com um contrabandista «quando tentava escapar para o Sudão».