Um dos ministros de Estado do governo de transição da Guiné-Bissau, Orlando Viegas, foi espancado por desconhecidos à porta de casa na última noite, disseram fontes governamentais e das Nações Unidas à agência Lusa.

Aquele membro do executivo, dirigente nacional do PRS - Partido da Renovação Social, tem a pasta dos Transportes e Comunicações e é um dos três ministros de Estado do governo guineense.

Sem adiantar mais pormenores sobre as circunstâncias das agressões, fonte do executivo remeteu uma reação do governo para um comunicado oficial a emitir ainda esta quarta-feira.