Guido Westerwelle, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros alemão e vice-chanceler de Angela Merkel, morreu, esta sexta-feira, aos 54 anos.

A notícia foi avançada pela fundação com o seu nome, segundo a Reuters.

O político que liderou o partido FDP até 2011, morreu vítima de cancro, num hospital de Colónia, na Alemanha. A leucemia foi-lhe diagnosticada em 2014.

A coligação entre o FDP e a CDU de Angela Merkel governou a Alemanha entre 2009 e 2013. Guido Westerwelle foi “vice”de Merkel nos dois primeiros anos.

Guido Westerwelle com o companheiro em 2012 (Foto Reuters)

Guido Westerwelle foi o primeiro homossexual assumido a exercer funções governativas na Alemanha.