Um grupo de alegados guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia matou sexta-feira no sul do país dois polícias, ferindo ainda um outro agente e uma mulher, revelou a polícia colombiana.

O ataque aconteceu durante a tarde numa zona rural do município de Solano, em Caquetá, quando os agentes patrulhavam a população.

Um comunicado da polícia indica que os atacantes são, alegadamente, elementos da frente 49 das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia sob o comando de um guerrilheiro conhecido como «Porcelana».