O homem que aparece num vídeo a apelar à adesão à Al-Qaeda foi identificado pelas autoridades britânicas como português, escreve o jornal «Guardian».

As imagens, divugadas há duas semanas numa conta online ligada ao Islamic State of Iraq and Syria (Isis), associado à Al-Qaeda, identificavam o homem mascarado e com forte sotaque como Abu Isa Andaluzi.

A legenda associada dizia que era antigo jogador de futebol do Arsenal, o que levou a muita especulação sobre quem seria. Chegou a ser escrito o nome de Lassana Diarra, atualmente no Lokomotiv Moscovo, o que levou a um desmentido do jogador francês, ex-Real Madrid.

Segundo o Guardian, as forças de segurança britânicas identificaram agora o homem como um português que vive em Leyton, a leste de Londres, com dois irmãos.



Já havia informações, divulgadas pelos serviços de segurança nacionais, de portugueses associados a grupos terroristas e nomeadamente à Al Qaeda. Informações reforçadas precisamente pelo vídeo deste homem, como pode ver aqui.

Agora, o «Guardian» escreve que os serviços de segurança britânicos e estrangeiros analisaram o sotaque e concluíram que é provavelmente português, acreditando ser o tal homem que mora em Leyton.

O jornal tentou confirmar junto do Arsenal se o homem teria sido mesmo jogador e cita fontes do clube a considerar que não terá sido futebolista do clube a tempo inteiro, mas que não pode ser excluída a hipótese de ter participado em treinos de captação. As autoridades, diz ainda o «Guardian», mostraram o vídeo a treinadores do clube, mas estes não o identificaram.