O estado norte-americano do Texas executou na quinta-feira Gregory Russeau, um afro-americano de 45 anos, condenado à pena capital pelo roubo e homicídio de um homem de 75 anos, em 2001.

Russeau foi declarado morto pelas 18:49 locais (00:49 desta sexta-feira em Lisboa), após receber uma injeção letal de pentobarbital, na prisão de Huntsville, de acordo com o Departamento da Justiça Criminal do Texas.

“Quero agradecer à minha família e amigos por tudo o que fizeram por mim. Obrigado por estarem aqui, assim não parto sozinho. À minha filha, amo-te; aos meus netos, irmãs e irmãos, amo-vos. Estou pronto para ir”, foram a s suas últimas palavras.