O ministro grego das finanças já reagiu a Angela Merkel. Yanis Varoufakis diz que o governo grego quer isso mesmo: poder apresentar os seus planos, e ter algumas semanas para debatê-lo com os parceiros europeus.

Em entrevista à estação de televisão «CNN», o ministro das finanças grego adianta que o seu governo quer precisamente reformar a Grécia de forma profunda, para sair do círculo vicioso do acumular da dívida.
 
Esta segunda-feira, a chanceler alemã garantiu que vai esperar para a Grécia apresentar propostas viáveis para só depois passar à negociação.
 
A chanceler alemã defende que, nos últimos 5 anos, fez tudo para manter a Grécia na zona euro, mas lembra que existem regras, havendo países que devem fazer esforços e outros que devem ser solidários.