"Todos os nossos clientes têm o direito de viajar com confiança, e esta forma triste e desagradável de comportamento anti-social não será tolerado.",  disse Steve Burton, diretor na Transport of London, empresa que gere os transportes de Londres.