O Presidente do Burundi garantiu esta quarta-feira que há segurança e que as eleições vão decorrer com paz e tranquilidade, apesar continuarem as manifestações contra a sua candidatura a um terceiro mandato.

“A paz e a segurança reinam em 99,9% do território do Burundi”, afirmou Pierre Nkurunziza, durante uma intervenção transmitida na rádio e televisão públicas, salientando que os confrontos registados nas últimas semanas se registaram em apenas quatro distritos da capital.

A comunidade internacional e os países da região consideraram já não estarem reunidas as condições para realizar as eleições gerais, adiadas para 5 de junho, e as presidenciais, a realizar a 26 de junho.

O general que tentou um golpe de Estado no país reconheceu na semana passada o fracasso da sua iniciativa. A tentativa de golpe de Estado provocou  confrontos intensos no país.

O general rebelde Godefroid Niyombare fez o anúncio do golpe de Estado na rádio Insaganiro e  pretendia formar um governo de transição até às eleições legislativas e municipais.