Um casal homossexual foi expulso de um autocarro em Londres, no Reino Unido, por ter dado um beijo na boca. A empresa responsável por aqueles transportes públicos já abriu um inquérito.

Os factos tiveram lugar a 8 de agosto, mas só agora foram conhecidos dos media. O diretor da companhia de transportes públicos confirmou a existência do inquérito e fez questão de frisar, em declarações ao jornal «The Guardian», que aqueles transportes públicos de Londres não discriminam ninguém.

Segundo um dos visados, Jack James, de 23 anos, ele e o companheiro seguiam num autocarro londrino quando o namorado lhe deu um beijo nos lábios. No seguimento do gesto de carinho, o motorista do autocarro alegadamente insurgiu-se contra o casal. «Não façam isso no meu autocarro senão saem», terá dito o condutor segundo James.

O casal homossexual alega ainda que interpelou novamente o motorista para saber se se estava a referir a eles e que o homem repetiu a ideia, usando expressões ofensivas e a palavra «nojento» para descrever o comportamento do par gay.

O organizador de eventos acrescentou que saiu do autocarro a tremer e que o veículo voltou a parar, já com eles no exterior. De lá, o condutor vociferou ainda que «eles não eram homens a sério».