Mais de uma centena de reclusos estão a monte, no Brasil, depois de quase meio milhar ter fugido de uma prisão no estado de São Paulo, na quinta-feira. A polícia brasileira informou na sexta-feira que tinha capturado 335 fugitivos. 

A fuga aconteceu na penitenciária da cidade de Jardinópolis, que funciona em regime semiaberto.

Pelo menos dois presos morreram durante a fuga. O corpo de um recluso foi encontrado carbonizado num Canavial e outro afogou-se num rio.

Este estabelecimento prisional tem capacidade para 1.000 reclusos, mas albergava mais de 1.800 na altura do motim.

As condições do local e a suspensão de visitas terão estado na origem da fuga em massa.

A população da zona está assustada, numa altura em que prossegue uma gigantesca operação de caça ao homem.