«O flagelo (do antissemitismo) leva alguns judeus a questionar a sua presença em França. Franceses de confissão judaica, o vosso lugar é aqui. França é a vossa pátria».