O papa pediu esta quarta-feira solidariedade para os pobres e necessitados e criticou "a indiferença e a hostilidade" que "causam cegueira e surdez" perante as necessidades dos outros.

A indiferença e a hostilidade causam cegueira e surdez e impedem a perceção das necessidades de irmãos", lamentou Francisco durante a audiência geral semanal na praça de São Pedro, no Vaticano.

O papa condenou, perante milhares de fiéis de todo o mundo, aqueles que mostram desprezo, uma atitude que resulta em "agressão e insulto".

Na abertura da sessão anual do Conselho Executivo do Programa Alimentar Mundial, o Papa condenou o uso da fome “como arma de guerra”.

O alimento desperdiçado é como se fosse roubado à mesa do pobre”, afirmou.