Os líderes da Alemanha, França, Rússia e Ucrânia acordaram encontrar-se em Berlim, esta quarta-feira, para discutir a implementação do acordo de Minsk, assinado em fevereiro de 2015, e que devia ter colocado fim ao conflito no leste ucraniano.

Segundo disse o porta-voz do governo alemão, à Reuters, foi Angela Merkel quem convidou François Hollande, Vladimir Putin e Petro Poroshenko, para uma reunião ao estilo “Normandia” – nome pelo qual ficaram conhecidas estas conversas a quatro, depois da primeira discussão se ter realizado a 6 de junho de 2014, dia do 70.º aniversário do desembarque na Normandia (conhecido como dia D).

O encontro ficou marcado após uma conversa telefónica a quatro.

Um comunicado do presidente ucraniano, Petro Poroshenko, já confirmou a sua presença amanhã em Berlim.

Os líderes dos Estados acordaram a realização de uma reunião a quatro [ao estilo] Normandia em Berlim, a 19 de outubro, para pressionar a Rússia a cumprir o pacote de segurança dos acordos de Minsk”, lê-se no comunicado, a que a Reuters teve acesso.

O conflito no leste da Ucrânia já matou 9.600 pessoas desde 2014.