O Ministério Público de França defendeu o arquivamento do processo por negligência contra a diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, relativo a um procedimento arbitral quando era ministra das Finanças, segundo fonte judicial citada pela agência France Presse.

Se esta recomendação for seguida pelos juízes de instrução do Tribunal de Justiça da República, o processo será arquivado.

O Tribunal de Justiça da República é única instância em França competente para investigar membros do governo por atos cometidos em funções.