A Interpol emitiu mandados de prisão contra três cidadãos franceses, incluindo um membro de extrema-direita do Parlamento Europeu, acusados de ajudar a fugir dois pilotos condenados por tráfico de droga na República Dominicana.

O trio é acusado de ajudar a organizar a fuga dos dois pilotos em outubro, depois de terem sido condenados num caso de tráfico de droga, que ficou conhecido como “Air Cocaine”.

Os procuradores da República Dominicana pediram à Interpol para emitir mandados de prisão contra Aymeric Chauprade, membro da Frente Nacional e eurodeputado, Christopher Naudin, criminologista e especialista em segurança aérea, e Pierre Malinowski, assistente parlamentar de Jean-Marie Le Pen em Estrasburgo.

A França recusou extraditar os pilotos que foram condenados a 20 anos de prisão por causa de um carregamento de 680 kg de cocaína. Os visados negaram sempre ter conhecimento da existência de droga a bordo.