Um militante neonazi finlandês de 26 anos foi detido, nesta quarta-feira, pela morte de um homem agredido durante uma manifestação anti-imigração em Helsínquia, no início do mês.

Jesse Torniainen, de 26 anos, é suspeito de ter agredido a pontapé a vítima mortal, um homem de 28 anos que cuspiu à passagem dos militantes do Movimento de Resistência Finlandesa, um pequeno grupo neonazi, numa manifestação anti-imigração em Helsínquia.

A vítima, Jimi Karttunen, foi pontapeada no peito, desequilibrou-se e bateu com a cabeça no solo. Acabaria por morrer devido a uma hemorragia cerebral a 16 setembro, quase uma semana depois da agressão.

Jesse Torniainen, que compareceu hoje perante um tribunal em Helsínquia, onde foi acusado de atos violentos e homicídio involuntário agravado, vai aguardar o julgamento na prisão.