As forças especiais israelitas entraram hoje no centro comercial de Nairóbi que foi assaltado por um comando islâmico para resgatar os reféns e os feridos, disse uma fonte das autoridades do Quénia à France Presse.

«Os israelitas entraram para resgatar os reféns e os feridos», disse a fonte que preferiu manter o anonimato.

Já o porta-voz do ministro dos Negócios Estrangeiros, Paul Hirschson, recusou-se a confirmar ou negar esta informação.