Dois mortos e uma centena de feridos é o resultado de duas explosões num comício do partido curdo HDP, em Diyar-Bakir, no sul da Turquia.

 

Segundo as autoridades, 24 pessoas precisaram de ser hospitalizadas.

 

Após as explosões, alguns grupos de populares lançaram pedras sobre a polícia e, pelo menos, uma viatura policial foi incendiada.

 

As forças da ordem responderam com granadas de gás lacrimogéneo e canhões de água.

 

O atentado ocorreu a menos de 48 horas das legislativas de domingo que, ao que tudo indica, voltarão a ser ganhos pelo AKP, o partido de Erdogan.

 

O presidente já considerou o ataque uma provocação contra a democracia e a estabilidade.