Nove viaturas arderam esta noite na comuna de Saint-Gilles, em Bruxelas, numa zona onde habitam portugueses e luso-descendentes, sem que haja vítimas a lamentar, segundo a polícia local.

De acordo com informações de uma porta-voz da polícia local, Marie Verbeke, citada pela imprensa belga, "uma viatura foi incendiada e as chamas propagaram-se a outras oito, confirmando-se a origem criminosa do primeiro fogo.

Os factos tiveram origem criminosa, mas não estão relacionados com terrorismo", sublinhou Verbeke.

Os bombeiros tinham as chamas controladas à 01:30 (00:30 em Lisboa) e deram as operações por terminadas às 03:00, tendo os veículos danificados sido rebocados.

Segundo o que a TVI apurou no local, apenas um dos veículos pertenciam a portugueses.