A Venezuela vai enviar um grupo de jovens delinquentes para reabilitação em Cuba no âmbito de um programa de desarmamento levado a cabo pelo Executivo, anunciou, esta terça-feira, a vice-ministra de Segurança Cidadã, Wandolay Martínez.

«Damos-lhes o incentivo de os levar para Cuba para que tenham algum tipo de capacitação específica e regressem preparados para a oportunidade laboral que a Venezuela lhes oferece», disse.

Wandolay Martínez precisou, em declarações ao canal de televisão estatal Venezuelana de Televisão, que o grupo, que parte para Cuba no próximo mês, é composto por jovens venezuelanos «que incorreram em delitos menos graves».