O preso John Ruthell Henry, de 63 anos, foi executado quarta-feira num estabelecimento prisional da Florida, quase três décadas depois de ter assassinado a sua mulher, Suzanne Henry, e o filho desta, Eugene Christian, na altura com cinco anos.

O réu recebeu uma injeção letal na prisão estatal de Raiford, nos arredores da localidade de Starke, e a sua morte foi certificada pouco antes das 20:00 locais, referiram fontes oficiais.

A execução de John Ruthell Henry é a terceira realizada nos Estados Unidos em menos de 24 horas, depois da execução na Geórgia de Marcus Wellons e de John Winfield, no Misuri.