A polícia do condado de Montgomery, no Estado do Texas, Estados Unidos, encontrou, esta quarta-feira, uma mulher que foi filmada a tocar à campainha de uma casa e desapareceu. De acordo com a ABC News, a mulher era vítima de violência doméstica, mas está agora a salvo.

Esta quarta-feira, a polícia foi chamada a uma casa, para uma ameaça de suicídio. Quando chegou ao local, encontrou um homem de 49 anos, que seria o namorado da mulher, morto com um tiro. A polícia acredita que se tratou de um suicídio.

De acordo com a ABC News, a mulher, de 32 anos, era mencionada na carta de suicídio do homem, mas não estava no local.

 Ela está agora fora do condado de Montgomery e os nossos investigadores vão encontrar-se com ela, para continuar a investigação”, disse o tenente Scott Spencer, do gabinete do xerife de Montgomery.

 Há cinco dias, a mulher foi filmada por uma câmara de segurança a tocar à campainha de uma casa e a desaparecer. Quando o dono da casa abriu a porta, não estava lá ninguém. O homem foi depois ver as imagens da câmara de segurança e viu uma mulher a aproximar-se da casa, aparentemente descalça, com um vestido branco e uma espécie de trela num dos pulsos.

 

 O homem, que não quis ser identificado, entregou as imagens à polícia.

De acordo com a ABC News, a mesma mulher tocou a campainha de outras casas da região, mas já tinha desaparecido quando as pessoas abriram a porta.

Numa tentativa de tentar identificar a mulher, a polícia divulgou as imagens das câmaras de segurança nas redes sociais, fazendo um apelo para a sua partilha.

As autoridades levaram também a cabo buscas porta a porta na região, em casas e em estabelecimentos comerciais.