Um homem de 26 anos que tinha sido ferido a tiro durante os protestos na cidade de Charlotte, na Carolina do Norte, Estados Unidos, morreu esta quinta-feira, no hospital onde estava internado. Justin Carr foi atingido na cabeça, na quarta-feira, durante os distúrbios que se seguiram à morte, às mãos da polícia, de Keith Lamont Scott, na terça-feira. Mais um caso de alegada violência policial sobre cidadãos afro-americanos nos Estados Unidos.

De acordo com as autoridades, o disparo que atingiu Justin Carr terá partido da arma de um civil e não teve o envolvimento da polícia.

De acordo com as agências noticiosas internacionais, os manifestantes desafiaram, esta sexta-feira, o recolher obrigatório em Charlotte e voltaram a sair à rua. A polícia da cidade norte-americana de Charlotte lançou gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes que estavam a bloquear uma autoestrada, na terceira noite de protestos.