Um agente da polícia de St. Ann, Missouri, EUA, foi suspenso por «tempo indefinido» depois ter apontado uma arma semiautomática a um manifestante pacífico e ter ameaçado matá-lo caso este não recuasse.

Segundo avançou a CNN, o episódio, captado em vídeo, aconteceu na noite de terça-feira durante uma manifestação, alegadamente, pacífica, contra a falta de acusações sobre o agente Darren Wilson, da polícia de Ferguson, que terá alvejado mortalmente um jovem de 18 anos, a 9 de agosto, alegadamente por motivos racistas.

No vídeo é possível ver o agente de arma apontada ao manifestante, ameaçando «matá-lo» se este não recuar. Quando lhe é perguntado o nome, o polícia simplesmente responde «vai-te f****».

A polícia de St. Louis garantiu, à CNN, que um dos seus sargentos rapidamente se aproximou do agente em questão e «obrigou-o a baixar a arma, antes de o retirar do local».

O mesmo departamento reforçou que os seus agentes não se identificam com as ações do polícia, e que trabalham diariamente para manter a paz.

Os jornalistas da CNN no local garantem que esta não é a primeira vez que a polícia ameaça manifestantes desarmados, apenas foi a primeira vez que o momento foi captado em vídeo.