Vários cidadãos norte-americanos foram detidos no Iémen por rebeldes xiitas nos últimos dias, confirmou este domingo um responsável do Departamento de Estado dos Estados Unidos (EUA), na sequência de uma notícia avançada pelo Washington Post.

O jornal escreveu que os americanos foram feitos prisioneiros pela milícia Huthi e encontram-se numa prisão perto da capital do Iémen, Sanaa, revelando que os esforços dos EUA para garantir a sua libertação estão num impasse, até porque esse objetivo é dificultado pelo facto de Washington não ter ligações diretas para os rebeldes.

Fonte do Departamento de Estado norte-americano disse à agência de notícias francesa que o Governo está a par dos relatos que dão conta de que vários cidadãos norte-americanos foram recentemente detidos no Iémen e que estão a ser feitos todos os possíveis para a sua libertação, sem revelar o número de prisioneiros ou especificar quem os deteve.