Notícia atualizada às 22:28

Seis pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida em três tiroteios, esta segunda-feira, em diferentes localidades próximas de Filadélfia, nos Estados Unidos da América. O autor dos crimes é familiar de todas as vítimas e está a ser procurado pela polícia na localidade de Souderton, no condado de Montgomery, no estado da Pensilvânia.

De acordo com fontes ligadas à polícia citadas pela CNN, o suspeito é Bradley William Stone, um ex-militar de 35 anos, que terá matado a tiro a ex-mulher e mais cinco elementos da família na sequência de uma discussão.

Os tiroteios terão ocorrido na madrugada desta segunda-feira. De acordo com a Associated Press, o primeiro crime ocorreu em Harleysville, cerca das 04:00, sendo que a vítima era a ex-mulher com quem Stone estava a discutir a custódia dos filhos. Depois o mesmo atirador ter-se-á deslocado para Lansdale onde disparou sobre alguns membros da família da ex-companheira, onde matou mais duas pessoas, refere a WPVI-TV. Por fim, terá disparado outra vez em Souderton, onde acabou por se barricar numa casa.

Sobre as restantes cinco vítimas não são para já conhecidos mais pormenores. Sabe-se apenas que o homem, que as autoridades desconfiam tratar-se de um veterano de guerra, feriu ainda um adolescente e encontra-se em parte incerta

Do apartamento em Lower Salford Township, onde matou a ex-mulher, o suspeito levou duas crianças que foram encontradas em segurança a uma curta distância do local.

Na área de Souderton, as ruas foram fechadas e equipas da polícia de intervenção foram enviadas para o local. As escolas do condado de Mongomery foram encerradas por precaução.

Bradley Stone é agora um dos homens mais procurados, neste momento, nos Estados Unidos da América.