Quatro pessoas morreram, de entre as cinco que terão sido alvejadas por um atirador que abriu fogo, na manhã de quarta-feira, num armazém da empresa de distribuição United Parcel Service (UPS), localizado na cidade californiana de S. Francisco.

A informação de três vítimas mortais alvejadas pelo atirador, que disparou contra si próprio e também morreu, foi confirmada pela polícia da S. Francisco. 

Os motivos que levaram o indivíduo a disparar são ainda desconhecidos. A agência noticiosa Reuters, com base em informações recolhidas no local, afirma que o atirador era um empregado da própria empresa UPS.

Vídeo mostra operação

Mesmo depois de referir que a situação estava controlada, a polícia da cidade continuou a pedir para que as pessoas evitem a zona onde ocorreram os disparos.

Através da rede Twitter, um residente próximo da ocorrência partilhou uma foto de pessoas no telhado do armazém da UPS com as mãos no ar, após a intervenção das unidades de polícia.

Antonio Salic estava também a trabalhar em casa, frente ao edifício da UPS, viu a entrada em cena da polícia e partilhou o víeo através da rede Facebook.

O tiroteio levado a cabo aparentemente por apenas um indivíduo ocorreu num armazém da empresa de distribuição UPS.

As forças da lei tomaram o controlo das instalações e estão a conduzir uma investigação. A empresa está a cooperar com as autoridades. Não podemos forncer informação sobre a identidade das pessoas envolvidas, neste momento, enquanto decorre a investigação", referiu um porta-voz da UPS, citado pela CNN.