A candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, suspendeu a viagem de angariação de fundos à Califórnia, depois de, no domingo, se ter sentido mal, na cerimónia do 11 de Setembro.

“Clinton não vai viajar para a Califórnia amanhã [hoje, segunda-feira] nem terça-feira”, disse o porta-voz da sua campanha Nick Merrill, horas depois de a candidata à Casa Branca, de 68 anos, ter deixado repentinamente o memorial no ‘Ground Zero’.

Segundo a sua médica, a antiga secretária de Estado norte-americana está a “recuperar bem”, depois de lhe ter sido diagnosticada uma pneumonia.

Hillary Clinton sentiu-se mal no domingo, durante a cerimónia que assinalava os 15 anos do 11 de Setembro em Nova Iorque, tendo na altura abandonado o local do memorial das vítimas “devido ao calor”.

A candidata à Casa Branca saiu antes de se cumprir o minuto de silêncio em memória das vítimas e recolheu ao apartamento da filha, onde foi examinada pela sua médica, tendo depois mandado informar que já se "sentia melhor".

De acordo com a Fox News, Hillary Clinton esteve prestes a desmaiar e foi ajudada pelos seguranças.