Um Português, membro da tripulação de um navio de cruzeiro, foi detido segunda-feira na Califórnia pela polícia federal norte-americana (FBI) que suspeita que este cometeu uma violação a bordo, revelaram as autoridades, escreve a Lusa.

Jorge Manuel Teixeira foi interpelado à chegada do navio Coral Princess ao porto de San Pedro, 40 quilómetros a sul de Los Angeles, segundo uma porta-voz do FBI, Laura Eimiller.

Teixeira, 38 anos, deve ser presente esta terça-feira à justiça federal de Los Angeles, revelou Eimiller.

O armador do Coral Princess, a sociedade Princess Cruises, indicou ter colaborado com o FBI mas não deu mais detalhes sobre a presumível agressão.

O Coral Princess, um navio gigante de 320 metros e com uma capacidade de cerca de 2.000 passageiros, regressou de um cruzeiro através do canal do Panamá.