O movimento extremista Estado Islâmico terá planeado perpetrar um atentado suicida em Munique, no sul da Alemanha, durante a véspera de ano novo, informou o ministro do estado da Baviera, Joachim Hermann.

O Gabinete Federal de Segurança informou, durante a noite, as autoridades bávaras de que havia fortes indícios nesse sentido provenientes de informações de serviços secretos amigos, afirmou, esta madrugada, Joachim Hermann em conferência de imprensa.

O chefe da polícia de Munique, Hubertus Andrä, indicou por seu lado, que "entre cinco e sete" suspeitos estariam a planear um ataque suicida.

A ameaça de atentado em Munique, no sul da Alemanha, divulgada na noite de quinta-feira pelas autoridades locais, tem "origem islamita", disse a polícia à agência France Presse, havendo seis suspeitos no centro das investigações.

As autoridades chegaram a evacuar duas estações de metro e apelaram à população para que evitasse grandes concentrações.