Pelo menos três pessoas morreram e várias outras ficaram feridas, esta segunda-feira, em Fotokol, região de Far North, Camarões, quando duas bombistas suicidas se fizeram explodir numa mesquita.

Suspeita-se que as duas mulheres pertenciam ao Boko Haram, o grupo terrorista que tenta estabelecer um estado islâmico no norte da Nigéria.

Segundo a agência de notícia chinesa, Xinhua, que cita fonte militar, as duas mulheres terão entrado na mesquita por volta das 13:00 (12:00 em Lisboa), num ataque semelhante ao de 12 de julho, que deixou 14 mortos.

O novo atentado do Boko Haram é mais uma retaliação pelo apoio dos Camarões ao Governo nigeriano no combate ao grupo terrorista.