Vários corpos de mães solteiras poderão estar enterrados junto aos seus filhos num convento de freiras na Irlanda, onde se acredita que estejam restos mortais de quase 800 recém-nascidos, noticia, este domingo, o jornal Sunday Times.

A investigação é de uma historiadora irlandesa, que confirmou que poderão estar enterradas 796 crianças não identificadas numa cuba de betão ao lado de um antigo convento católico em Tuam, no condado de Galway (Oeste da Irlanda), conhecido como «A Casa».

Catherine Corless encontrou notas sobre a morte e enterro, sem caixão nem pedra tumular, de 796 recém-nascidos, no edifício que abrigava mães solteiras ¿ conhecidas por «Magdalene Sisters» (Irmãs de Madalena) - recebidas entre 1925 e 1961 no convento de freiras por terem engravidado fora de um casamento ou na sequência de comportamentos considerados imorais, num país de forte tradição católica.