O Ministério Público pediu esta sexta-feira, numa audiência no tribunal de Alicante, 12 anos de prisão para uma mulher suspeita de tentativa de homicídio do seu filho recém-nascido.

O bebé foi encontrado vivo em junho de 2013, ainda com a placenta e o cordão umbilical, 40 horas depois do nascimento. O alerta às autoridades foi dado por uma vizinha, que julgava que o barulho era de um gato.

A sentença será anunciada na próxima semana, refere a agência espanhola Efe.