Um incêndio florestal em El Franco, nas Astúrias (Espanha), obrigou este sábado a guarda civil a encerrar vários troços de estradas e a ligação por caminho-de-ferro entre as Astúrias e a Galiza, devido ao fumo intenso.

Fontes oficiais citadas pela agência Efe disseram que foi interditado o tráfego numa autoestrada e numa estrada nacional e na linha férrea que liga as duas regiões autónomas de Espanha.

O incêndio, perto da localidade de Caridad, concelho de El Franco, atingiu cinco habitações e um bairro. Na região registaram-se cerca de 50 fogos, o que levou o Governo Regional a declarar o nível um do Plano de Incêndios Florestais do Principado das Astúrias.

Mais de 230 bombeiros estavam mobilizados para lutar contra os incêndios na região, dos quais não há registo de vítimas.

Um total de “230 bombeiros das Astúrias está no terreno atualmente, assim como membros da Guardia civil espanhola, voluntários da proteção civil e representantes dos municípios, e membros da Unidade Militar de Emergências (UMI)”, disse à AFP um porta-voz dos bombeiros da região.

A Unidade Militar de Emergências – unidade de socorro do exército espanhol – deverá mobilizar uma centena de operacionais no terreno, segundo um comunicado difundido esta noite.

Já na região de San Sebastian, no norte de Espanha, um empreendimento de agroturismo foi evacuado esta noite devido a um incêndio que deflagrou às 15:00, informou o departamento basco de Segurança.

A menos de uma semana do início do inverno, o norte de Espanha, nomeadamente as regiões da Galiza, Astúrias e País Basco, está a ser consumido por dezenas de incêndios florestais, quase uma centena só na região das Astúrias, de acordo com a Efe, Agência de Notícias de Espanha.

O incêndio no monte Igeldo obrigou a que fosse evacuado o agroturismo de Maddiola, onde estavam cerca de 25 pessoas.