As polícias de Espanha, Alemanha e Bélgica detiveram cinco suspeitos de formarem uma célula do grupo terrorista Estado Islâmico, anunciaram esta quarta-feira as autoridades espanholas.

Em Espanha foram detidas três pessoas (duas em Barcelona e uma em Melilla), na Alemanha uma (em Wuppertal) e na Bélgica outra, em Bruxelas, revelou o Ministério do Interior de Espanha.

Os cinco detidos "formavam uma célula com uma estrutura perfeitamente organizada que, seguindo as orientações da organização terrorista DAESH [Estado Islâmico], atuava através de diferentes canais da Internet", segundo a mesma fonte.

Dois dos suspeitos são, alegadamente, os administradores da página de Facebook "Islão em Espanha", que tem 32.500 seguidores e era usada para publicar conteúdo religioso com mensagens radicais e elogios a actos praticados pelo Estado Islâmico.

A mesma fonte acrescentou que os objetivos do grupo passavam por incitar atos terroristas, escolher radicais que pudessem ser recrutados e prestar apoio a jihadistas que quisessem chegar ao Iraque e à Síria.